quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Copa RIC 2011.

Domingo 18hs no JB Esportes,a equipe patrocinada pela Mercury Radio,entra em campo mais uma vez.Agora o duelo pela segunda rodada é contra o Patethinaikos.
Quem quiser acompanhar é só aparecer lá e dar a maior força.

Novo álbum do Chickenfoot!!!

O novo álbum do Chickenfoot, intitulado III, está disponível para streaming na íntegra, no AOL Music. Previsto para ser lançado na terça-feira, dia 27 de setembro, via eOne Música na América do Norte, III foi produzido por Mike Fraser (AC/DC, Metallica). O álbum será lançado no Brasil dia 10 de outubro.

A banda conta com nomes de peso em seu line-up, veteranos de sucesso, como o herói da guitarra Joe Satriani, o baterista Chad Smith, o ex-baixista do Van Halen Michael Anthony e o vocalista Sammy Hagar.

Machine Head postou comercial de divulgação do novo álbum.

A banda Machine Head postou em seu canal oficial no YouTube um comercial para divulgar o seu novo álbum, Unto The Locust, lançado no dia 27 de setembro.

Unto The Locust (2011)
CD NORMAL:
I Am Hell (Sonata In C#)
I) Sangre Sani
II) I Am Hell
III) Ashes To The Sky
Be Still And Know
Locust
This Is The End
Darkness Within
Pearls Before The Swine
Who We Are

CD + DVD:
I Am Hell (Sonata in C#)
I) Sangre Sani
II) I Am Hell
III) Ashes To The Sky
Be Still And Know
Locust
This Is The End
Darkness Within
Pearls Before The Swine
Who We Are

Faixas bônus:
The Sentinel (Judas Priest cover)
Witch Hunt (Rush cover)
Darkness Within (Acoustic)

DVD: The Making Of Unto The Locust Documentary

Amy Lee, do Evanescence, chega ao Brasil para show no Rock in Rio.

A cantora da banda Evanescence, que se apresenta no Rock in Rio no domingo (2), Amy Lee já está no Rio de Janeiro. Em seu Twitter, na manhã desta quinta-feira (29), ela avisou os fãs que já se encontrava em solo brasileiro. "We are here, RIO!!!", escreveu. Amy fez questão de decorar seu Twitter com diversas bandeiras do brasil.


O Evanescence é a terceira banda a subir no palco Mundo, que ainda tem a apresentação dos Detonautas, Pitty, System of a Down e Guns N'roses.
Rock in Rio 4
Considerado um dos maiores festivais do mundo, o Rock in Rio cresceu, deixou o Brasil, mas retorna ao País em 2011 em sua quarta edição.
A festa da música começou na sexta-feira (23) com nomes renomados da música pop. No Palco Mundo, cantam Claudia Leitte, Katy Perry, Elton John e Rihanna. No sábado (24), foi a vez do rock pop de NX Zero, Stone Sour, Capital Inicial, Snow Patrol e do Red Hot Chili Peppers que agitaram o público.
Fechando o primeiro fim de semana do Rock in Rio 4, muito metal e peso com Glória, Coheed and Cambria, Motörhead, Slipknot e Metallica, no domingo (25).
A segunda bateria de shows começa nesta quinta-feira (29), com clima dançante e muito soul de Janelle Monáe, Kesha, Jamiroquai e o veterano Stevie Wonder. O pop novamente é convocado na sexta-feira (30) ao som de Ivete Sangalo, Lenny Kravitz e Shakira.
No sábado (1º), o Maná, Maroon 5 e o Coldplay se revezam com os brasileiros do Skank e o cantor Frejat no palco mundo. A despedida do Rock in Rio 4 fica com Pitty, Evanescence, System of a Down e Guns N'Roses.

Legião Urbana ganha tributo no Rock in Rio.

A Legião Urbana nunca se apresentou no Rock in Rio. Perto de se completarem 15 anos da morte de Renato Russo - vocalista e letrista da banda, guru para gerações de fãs, que morreu em 11 de outubro de 1996 -, as músicas do grupo vão ecoar na Cidade do Rock: Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, guitarrista e baterista originais do Legião, se apresentam hoje ao lado da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB). Para cantar as músicas (serão oito), participam Dinho Ouro Preto, Herbert Vianna, Toni Platão, Rogério Flausino e Pitty - além do próprio Bonfá, que canta Teatro dos Vampiros.


"É impactante ver as canções que você fez serem tocadas por 38 violinos", resume Dado. "Ter uma orquestra sinfônica tocando as músicas dá um respaldo à obra, é a coroação do que a Legião Urbana representa na cultura musical do País. Fico pensando que o Renato ficaria muito feliz de fazer parte disso", diz, depois de três ensaios com a orquestra.
A apresentação, prevista para começar às 18h50 no palco Mundo, promete mexer com o coração de muita gente. "Se apresentar nesse megafestival, que é um dos maiores do mundo, 15 anos depois da morte do Renato, você vê sua vida passar naquelas músicas. É muito emocionante", descreve Dado. "Uma coisa que o Renato gostava e falava sempre é que todo mundo sabe as letras. Às vezes, ele mesmo esquecia uma parte e o público continuava cantando. Ele dizia: 'Gente, a Legião Urbana são vocês'. Esperamos ver isso que ele dizia. A música fala mais alto", afirma Bonfá.
Ambos com 46 anos hoje, Dado e Bonfá encaram com tranquilidade o status messiânico que a Legião atingiu, sendo cultuada até hoje. "É parte da minha vida, eu passei por isso. A diferença da banda está toda no repertório, que até hoje mexe com as pessoas, deixou uma marca na cultura jovem brasileira. As pessoas têm uma identificação incrível", analisa Dado. "A gente faz parte de outra época, mas eu sempre estou na Internet e tenho visto uma mistura de sentimentos, gente que nunca viu a banda tocar, mas que também é fã. Mais do que fazer parte de um contexto, as músicas tocaram dentro das pessoas e isso passou de geração para geração", concorda Bonfá.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Foo Fighters toca com Roger Waters em programa.

Como parte da homenagem ao Pink Floyd no Late Night with Jimmy Fallon, o Foo Fighters se apresentou no programa junto a Roger Waters tocando "In the Flesh", do álbum The Wall, segundo informou o site Pitchfork. O vídeo já está na internet, como divulgou a NBC, e pode ser visto abaixo:


O tributo ao Pink Floyd coincide com os relançamentos de catorze álbuns de estúdio da banda, bem como diversas caixas especiais e outros materiais - todos chegaram ao mercado internacional em 27 de setembro. O The Shins também participou do programa de Fallon, executando um cover de "Breathe". Veja abaixo:

Bob Dylan acusado de plágio em suas pinturas.

As pinturas de Bob Dylan da “Asia Series”, que estão, atualmente, sendo expostas na galeria Gagosian, em Manhattan, estão sendo criticadas por causa da semelhança entre elas e fotos pré-existentes bastante famosas. A série de pinturas, que são apresentadas como parte de um “diário visual” feito pelo cantor durante suas viagens pelo Japão, China, Vietnã e Coréia, foram comparadas a fotos famosos de fotógrafos conhecidos, como Henri Cartier-Bresson e Léon Busy.




“A coisa mais impressionante é que Dylan não usou, meramente, a fotografia para se inspirar: ele usou inteiramente a composição do fotógrafo, copiou tudo exatamente”, escreveu o crítico Michael Gray em seu blog Bob Dylan Encyclopedia. "Ele copiou tudo com o máximo de proximidade possível. Esse pode ser um um jogo autoenriquecedor que ele está jogando com seus seguidores, mas não é uma abordagem muito criativa, quando se trata de pintura. Pode não ser plágio, mas é certamente copiar bastante.”

Enquando alguns fãs na comunidade Dylan-cêntrica online Expecting Rain expressaram preocupação com o grau de derivação da arte visual do compositor, outros argumentaram que “citação” faz parte da tradição da arte. Ainda assim, é um pouco difícil conciliar essa noção com o fato de que o trabalho foi apresentado como uma representação em primeira mão da experiência da lenda do rock no exterior.

Dylan, de certa forma, foi honesto a respeito de seu uso das fotos nas pinturas. Em um comunicado no catálogo da exposição, o cantor diz que pinta "majoritariamente a partir da vida real. Tem que começar com isso. Pessoas reais, cenas de rua reais, cenas de bastidores reais, modelos vivos, pinturas, fotos, cenários, arquiteturas, designs gráficos. Seja o que for que vá fazer funcionar".

Noel Gallagher critica Lady Gaga em entrevista.

Noel Gallagher andou falando mal de Lady Gaga em entrevista recente à Q Magazine, repercutida pela publicação Spinner. “Estou cagando para a Lady Gaga”, disse. “Só se fala em roupa de carne e outras controvérsias. Cadê a porra da música?”



Apesar de tempos antes ele ter dito publicamente que não via problema algum na cantora, parece que Noel resolveu desabafar. “O álbum dela é tocado bastante aqui em casa por causa da minha filha e é tipo uma versão levinha da Madonna. Madonna era hardcore. Levou ao extremo sua música e todo o resto”, disse. Atualmente, o ex-integrante do Oasis anda concedendo entrevistas para divulgar seu trabalho solo, Noel Gallagher's High Flying Birds, que será lançado em 17 de outubro.

Ainda no assunto Lady Gaga, Gallagher soltou: “Daqui a 20 anos, estaremos ouvindo Lady Gaga? Não. Ela deve achar que está saindo em defesa dos loucos e estranhos, mas eles não terão uma música decente para ouvir, terão?”

Morte de líder punk comove fãs e roqueiros no Twitter.

Logo pela manhã desta quarta-feira, os tuiteiros lamentaram a morte de Redson, líder da banda punk Cólera. Informados inicialmente pelo baixista da banda, Val Pereira, durante a madrugada na comunidade da banda no Orkut, os fãs repassaram a notícia. O nome do grupo e o de seu líder entraram nos Trending Topics mundial do Twitter.
Entre as mensagens, internautas e roqueiros famosos lembraram a importância do grupo dentro do cenário punk e das mensagens positivas de Redson nas letras. O apresentador do Legendários e vocalista da banda punk Ratos de Porão, João Gordo, lembrou a música Quanto Vale a Liberdade e expressou sua tristeza: "É uma perde irreparável, estou chocado".
Em seu blog, o líder da banda Dance of Days, Nene Altro, comparou Redson a seu pai. "(Ele) sempre me disse 'veja o lado bom das coisas'. E hoje fiquei órfão pela segunda vez". VJ da MTV, Chuck Hipólito também lembrou a importância do vocalista na cena underground paulista. "Acabei de ficar sabendo que um dos caras mais importantes do Punk no Brasil acaba de morrer. Descanse em paz, Redson (Cólera). Muito triste."

Beach Boys fará turnê em comemoração aos 50 anos do grupo.

Segundo a versão online da revista Rolling Stone norte-americana, o Beach Boys vai se reunir para uma série de shows. "Nós vamos fazer talvez 50 shows aqui e 50 ou 60 no exterior", disse Jardine, um dos integrantes.


A turnê faz parte das comemorações de 50 anos do grupo, que será comemorada também com o lançamento de Smile, o álbum perdido dos Beach Boys, e com um filme sobre a vida do líder Brian Wilson.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Primeira música de Metallica e Lou Reed lançada.

Os membros do Metallica juntamente com Lou Reed lançaram o primeiro single de seu trabalho conjunto: a música “The View”, após toda a expectativa gerada em torno dessa parceria.

A música é baseada em contos alemães, escritos por Frank Wedekind há cerca de um século atrás, sobre uma misteriosa mulher chamada ‘Lulu’. Confira abaixo.

O álbum completo, intitulado “Lulu” tem previsão de lançamento para o dia 1º de novembro nos EUA e dia 31 de outubro para os outros países.

Divulgada a lista de indicados ao Hall da Fama do Rock and Roll.

Foram divulgados nesta terça, 27, os indicados a entrar para o Hall da Fama do Rock and Roll em 2012. Guns N’ Roses (foto), Cure, Heart, Joan Jett & the Blackhearts, Eric B. & Rakim, Spinners, Small Faces/Faces, Freddy King e Rufus com Chaka Khan foram nomeados pela primeira vez, enquanto Beastie Boys, Laura Nyro, War, Donovan e os Red Hot Chili Peppers, que já tinha sido indicados anteriormente, também estão no páreo. Os mais votados pela comissão responsável entrarão para o Hall em 14 de abril de 2012, em uma cerimônia no Museu do Hall da Fama do Rock and Roll, em Cleveland, Ohio, nos Estados Unidos.

Artistas que lançaram o primeiro single ou disco até 1986 eram elegíveis. “Os indicados de 2012 incorporam a amplitude do significado do rock and roll”, afirmou Joel Peresman, presidente e CEO da Fundação do Hall da Fama do Rock and Roll. “De grupos vocais ao hip-hop, de cantores e compositores a artistas do hard rock, esse grupo representa o espírito do que nós celebramos no Hall da Fama do Rock.”

Muitas bandas – incluindo Talking Heads, Cream, Police e Led Zeppelin – se reuniram, depois de anos separadas, para se apresentar na cerimônia. Se o Guns for nomeado, os fãs com certeza irão aguardar uma reunião. “Se Axl, Duff, Izzy e eu começarmos a conversar, poderia a rolar. Se não, só Deus sabe”, disse Slash sobre o assunto em uma entrevista, em 2010.

Mick Jagger no cinema.

Mick Jagger pode interpretar um magnata da mídia em Tabloid, longa-metragem que está sendo desenvolvido pela Jagged Films, produtora do cantor. O filme, com roteiro de Josh Olson (Marcas da Violência), é baseado em uma ideia do próprio Jagger: a trajetória de um magnata da mídia a la Rupert Murdoch e de um jovem jornalista que acaba seduzido pelo universo inescrupuloso comandado por ele.

Se o projeto for concretizado, Tabloid será o primeiro papel do vocalista dos Rolling Stones nos cinemas desde Confissões de um Sedutor, no qual atuou ao lado de Andy Garcia e Julianna Margulies em 2001. Jagger já fez diversos trabalhos como ator, com destaque para Performance, de 1970, em que interpretou um ex-roqueiro.

INXS anuncia novo vocalista.

O grupo INXS anunciou na última segunda, 26, que contrataram o cantor irlandês Ciaran Gribbin para ser o novo vocalista da banda. Gribbin, que conheçou o tecladista e principal compositor do grupo Andrew Farriss em uma festa em Sydney dois anos atrás, já havia gravado demos com a banda e irá se juntar a eles em novembro, para uma breve turnê.



Gribbin é o substituto de J.D. Fortune, um cantor norte-americano que se juntou à banda após vencer o reality show Rock Star: INXS, mas foi demitido pela segunda vez no ano passado. O vocalista original da banda, Michael Hutchence, cometeu suicídio em 1997.

Farriss contou à Billboard que ele o resto do INXS não têm nenhum “plano mestre” analisando como irão seguir em frente com Gribbin, mas eles estão “apenas aproveitando o período de criatividade” e “experimentando uma variedade de coisas” no estúdio.

“Um batismo de fogo é a melhor maneira de descrever shows ao vivo, eu acho”, contou Gribbin à Billboard. “De certa forma, estou bastante nervoso e, de outra, estou inacreditavelmente empolgado. É maravilhoso, um momento de orgulho para mim. É um sentimento verdadeiro de conquista ter uma banda como o INXS acreditando em mim como performer e cantor. É um “sonho virando realidade” genuíno, coisa de conto de fadas. Eu ainda estou acordando aqui na Austrália pela manhã e pensando: ‘Como eu cheguei até aqui?’”

Novo disco do Aerosmith deve sair em março de 2012.

Os últimos anos foram turbulentos para o Aerosmith – mas agora, Steven Tyler revela à Rolling Stone que as coisas estão muito bem encaminhadas para a banda, e o novo disco do grupo está quase pronto.



“Passamos dois meses trabalhando e estamos quase lá”, disse Tyler no backstage do festival iHeartRadio no último fim de semana, em Las Vegas. “Vamos passar mais um mês em Los Angeles.” E há uma data de lançamento? “Março, se tudo der certo.”

O vocalista estava muito bem-humorado – e tinha motivos para isso. Ele havia acabado de se apresentar para 20 mil pessoas ao lado do ícone da guitarra Jeff Beck. Os dois soaram tão bem juntos que parece um desperdício limitar a parceria às quatro músicas mostradas no show. Existiria a possibilidade de outros trabalhos juntos? “Por mim, eu diria que sim”, despistou.

Jeff Beck, por sua vez, se divertiu muito no palco com Steven Tyler. “Shows grandes não são muito minha praia, mas quando você tem Steven no palco ele segura a responsabilidade completamente”, afirmou o guitarrista. “Eu apreciei o fato de que todo mundo estava curtindo o que estávamos fazendo, então meu trabalho ficou bem mais fácil.”

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Show do Metallica no Rock In Rio 2011!!!

Dia 25 de setembro marcou o único dia de rock de verdade no Rock In Rio.Fechando com a série de shows do dia vamos com o show do Metallica,que fechou a noite no Rock In Rio 2011.

Parte 1:



Parte 2:



Parte 3:



Parte 4:



Parte 5:



Parte 6:



Parte 7:



Parte 8:



Parte 9:



Parte 10:

SHow do Motorhead no Rock In Rio 2011!!!

Dia 25 de setembro marcou o único dia de rock de verdade no Rock In Rio.Seguindo com a série de shows do dia vamos com o show do Motorhead no Rock In Rio 2011.

Parte 1:



Parte 2:



Parte 3:

Show do Slipknot no Rock In Rio 2011!!!

Dia 25 de setembro marcou o único dia de rock de verdade no Rock In Rio.Vamos começar a série dos shows realizado nesse dia com os vídeos do show do Slipknot no Rock In Rio 2011.

Parte 1:




Parte 2:



Parte 3:



Parte 4:

Copa RIC 2011.

A equipe patrocinada pela Mercury Radio,estreou nesse domingo 25/09/11 na Copa RIC 2011.E sofreu uma derrota por 10X3.
A equipe do USFA Vikings/Mercury Radio/Rodosim Transporte,faz sua primeira participação no torneio.Pecou pela falta de experiência nesse tipo de campeonato e acabou levando uma goleada.Saiu na frente com um gol de Josiel,levou a virada para 9x1,fez mais dois gols com Josiel novamente e Alisson.Mais acabou levando mais um gol no final fechando em 10X3.
Força moçada para o próximo jogo.
Maiores informações em: http://www.clickric.com.br/ric.com/coparic/index.asp

Box especial de Elvis Presley recapitula seu ano de ascensão.

Um novo box especial de Elvis Presley, Young Man with a Big Beat, celebra os primórdios de sua carreira – em particular 1956, o ano que o decolou ao mainstream musical.


“1956 foi o ano que mudou tudo”, diz o especialista em Elvis e produtor, Ernst Mikael Jørgensen, que compilou o novo box e é o autor do livro Elvis Presley: A Life in Music. “O que aconteceu em 1956 foi que um artista – Elvis – foi tão dominante que durante metade do ano ele permaneceu em primeiro lugar nas paradas de singles.”

A nova coletânea de cinco discos inclui um show ao vivo que contém 10 músicas de uma apresentação em Shreveport, Louisiana para um público de sete mil pessoas, que jamais tinham sido lançadas até o momento. O show demonstra um pouco de sua estrela emergindo pela primeira vez.
“Você ouve Elvis cantando os sucessos e, ainda, mostra o outro Elvis – aquele Elvis que era tão diferente do artista das gravações”, diz Jørgensen. “Quando ele está no palco, ele amolecia as pessoas. Você pode ouvi-lo ir à loucura quando sacode suas pernas. Ele muda as letras, zomba de seus próprias músicas e de sua fala.”

Um CD de entrevista também vem incluso no box. Entre o show e as entrevistas, o pacote fornece uma grande oportunidade de ouvir Presley em seus próprios termos, algo que Jørgensen espera que irá lembrar aos fãs que Presley era um artista, primeiramente e acima de tudo. “Essa é minha paixão – tentar direcionar as pessoas para o que é realmente importante – a música. Esse cara era um cantor incrivelmente talentoso”, conta o produtor.

O pacote é construído cuidadosamente, com uma linha do tempo de 80 páginas que faz uma crônica do ano do reinado de Elvis – como ele deixou de ser um artista country em novembro de 1955 para ser a maior estrela pop de todos os tempos. “Eu destaco duas entrevistas principais – uma de março, no Warmick Hotel, em Nova York, e uma de Lakeland, na Flórida, em agosto”, conta Jørgensen. “A primeira entrevista é bem insegura. Na segunda, o entrevistador lê para ele um trecho de jornal que, basicamente, detona Elvis – o acusa de tudo de ruim abaixo do Sol, e você ouve Elvis, que está muito mais seguro em seu jeito de falar e em suas opiniões, tentando lugar contra todas essas acusações de ser vulgar. Dessa maneira, nas palavras dele mesmo, você pode ver como ele se desenvolve. Ao mesmo tempo, se você for ver as fotos do livro, percebe como ele fica afetado ao ir para Hollywood para fazer Love Me Tender e sair com Nick Adams e Natalie Wood, criando mais estilo ali. Você vê essa transição simultaneamente e eu acho que isso é bem fascinante.”

Antes de apresentação no Rock In Rio, Maná lança single.

O grupo mexicano de rock Maná lançou nesta segunda-feira (26) El Verdadero Amor Perdona, terceiro single de seu mais recente álbum, Drama y Luz, que já ganhou vários discos de platina.


A gravadora Warner Music informou que o lançamento do single coincide com a estreia de seu videoclipe, que foi filmado em San Miguel de Allende, em Guanajuato, no México.
O grupo, formado pelo vocalista Fernando Olvera, o baterista Alejandro González, o guitarrista Sergio Vallín e o baixista Juan Calleros, está em turnê na Espanha. Após cumprir seus compromissos, o Maná se apresentará em 1º outubro no Rock in Rio.

Porco inflável sobrevoa Londres em lançamento do Pink Floyd.

O porco inflável gigante que aparece na capa do álbum Animals, do Pink Floyd, sobrevoou novamente Londres nesta segunda-feira (26), no dia do lançamento do catálogo do grupo de rock britânico em versões remasterizadas.


Em maio foi anunciado o lançamento da antologia Why Pink Floyd?, que inclui todo o catálogo do grupo com versões remasterizadas, ou seja, restauradas com tecnologia digital.
Quase 35 anos depois da primeira fotografia de Algie, uma réplica do porco inflável de quase 10 metros de comprimento voltou a sobrevoar a central termelétrica desativada Battersea Power Station, em Londres, já que o original foi encontrado furado.
"Infelizmente, duas semanas antes do evento, o porco original de neoprene foi oficialmente declarado incapaz de voar e substituído por uma réplica de PVC", afirmou uma porta-voz do grupo.
O Pink Floyd ganhou fama no fim dos anos 60, primeiro na cena londrina e depois na internacional, e conseguiu os maiores sucessos nos anos 70, com álbuns como The Dark Side of the Moon (1973), um dos mais vendidos da história, que foi seguido por Wish You Were Here (1975), Animals (1977) e The Wall (1979).

R.E.M. nunca voltará a se reunir, garante baixista da banda.

Passada menos de uma semana desde o anúncio do fim da banda, o baixista do R.E.M., Mike Mills, reforçou em entrevista à revista Rolling Stone não existir qualquer possibilidade de um dia voltar a se reunir com seus ex-companheiros, Michael Stipe e Peter Buck.


"Há tristeza pelo fato de eu saber que nunca mais dividirei o mesmo palco com eles", comentou após ser questionado sobre seu sentimento em relação à separação do trio. "Mas fizemos isso por boas razões e terminamos com as lembranças de toda a diversão, curtição e incríveis oportunidades que tivemos".
Segundo Mike, no entanto, o R.E.M. - que já confirmou o lançamento de uma coletânea, R.E.M., Part Lies, Part Heart, Part Truth, Part Garbage 1982- 2011, para o dia 14 de novembro -, não terminou por qualquer briga interna ou algo do tipo. Foi simplesmente chegada a hora de fazê-lo.
"Não foi por que ninguém mais se suportava ou por que estávamos ruins. Estávamos felizes, mas chega".
A compilação com os maiores sucessos da banda ainda contará com três faixas inéditas, um presentão para os fãs que, pelo menos por ora, não verão mais material novo dela. Seus nomes, Hallejulah, A Month Of Saturdays e We All Go Back To Where We Belong.

domingo, 25 de setembro de 2011

CD da Semana Motorhead - Motorizer!!!

Aproveitando o show do Motorhead no Rock In Rio,vamos de Motörizer,que é o 20º disco da banda de heavy metal Motörhead, lançado em 2008.

Faixas

# Título Duração
1. "Runaround Man" 02:58
2. "Teach You How To Sing The Blues" 03:04
3. "When The Eagle Screams" 03:44
4. "Rock Out" 02:08
5. "One Short Life" 04:06
6. "Buried Alive" 03:13
7. "English Rose" 03:38
8. "Back On The Chain" 03:25
9. "Heroes" 05:00
10. "Time Is Right" 03:14
11. "The Thousand Names Of God" 04:33


Formação

Lemmy — vocal, baixo
Phil Campbell — guitarra
Mikkey Dee — bateria

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

W.A.S.P. fará turnê especial de 30 anos começando no Reino Unido.

O W.A.S.P. anunciou para o próximo ano o início de sua turnê comemorativa de três décadas, intitulada 30 Years Of Thunder. O começo da excursão será no Reino Unido.



Os shows serão divididos em etapas diferentes. A primeira hora contará com músicas apenas dos quatro primeiros álbuns. Os 25 minutos seguintes trarão uma versão reduzida do conceitual The Crimson Idol. Encerrando, material do próximo trabalho, além de resgate de mais velharias.

Cerveja Motorocker!!!

Bugrada!!!
Adquiram já sua cerveja Motorocker!!!
Aproveitem também para levar outros produtos!
Segue link com as fotos: http://migre.me/5Jto1.
A CERVEJA MOTOROCKER pode ser comprada nos seguintes canais:
- Email: motoroloja@motorocker.com.br
- Espaço Diecast: Rua Professor Alvaro Jorge, 371 Vila Izabel Curitiba PR. Das 14 as 20 horas de segunda a sexta. Inf.: (41) 3524 0500 ou 9123 4376 falar com Don Roniel Iunckovski
- Loja Anarco: MERCADO MUNICIPAL DE CURITIBA Avenida Sete de Setembro - 1865 Telefone Comercial: (41) 3264 - 1764 / (41) 9621 - 5640 - falar com Roberto
- Bar Hacienda Café Endereço é Alameda Prudente de Morais, 1283 - Centro, Curitiba PR telefone (41) 3018-9525
Já as camisetas, bonés e também a cerveja podem ser adquiridos no Espaço Diecast: Rua Professor Alvaro Jorge, 371 Vila Izabel Curitiba PR. Das 14 as 20 horas de segunda a sexta. Inf.: (41) 3524 0500 ou 9123 4376. E tb no motoroloja@motorocker.com.br.
Aproveitem tb o preço promocional dos ingressos com combo para o Show de Lançamento da Cerveja: http://migre.me/5JDAa
Abraço,
Don Roniel
Presidente do Salve a Malária - Fã Clube Oficial do Motorocker www.motorocker.com.br

Vocalista do Bloc Party diz não saber se ainda faz parte da banda.

Kele Okereke, vocalista do Bloc Party, disse não saber se ainda é ou não membro da banda. “Espero não ter sido demitido”, comentou ele, em entrevista ao site do semanário britânico NME. “Eu não sei bem o que está acontecendo porque não temos nos falado nos últimos tempos e eu estou com medo de perguntar.”



De acordo com Okereke, ele recentemente ficou sabendo que seus colegas de banda foram a sessões em estúdio e não o convidaram. “Eu estava almoçando umas três semanas atrás, vi uma pessoa passar e reconheci pelo corte de cabelo”, conta. “Era Russell. Falei: “Ei!”, mas ele não me ouviu. Então, o segui e vi Matt, Gordon e Russell esperando do lado de fora desse lugar de ensaios. Depois todos eles entraram.”

Okereke lançou The Boxer, seu primeiro álbum como artista solo, no ano passado. Um segundo trabalho, o EP The Hunter, deverá sair no final do próximo mês.

Brincando no palco, Red Hot marca volta ao País com show em SP.

Bastante solto no palco e improvisando levadas de funk entre uma música e outra, o Red Hot Chili Peppers abriu nesta quarta-feira (21), na Arena Anhembi, em São Paulo, seu show de retorno ao Brasil.



Com quase meia hora de atraso, os americanos surgiram em cena com Monarchy of Rose, faixa de abertura de seu novo disco, I´m With You, o primeiro após cinco anos sem lançamentos de inéditas. O motivo da demora foi a banda de abertura Foals, que com mais de uma hora de atraso subiu ao palco para 40 minutos de apresentação.
Com um "Tudo bom?" empolgado, o vocalista Anthony Kiedis animou a plateia com Can´t Stop, precedida por uma caprichada introdução em estilo funk do baixista Flea com o baterista Chad Smith. O mesmo aconteceu na sequência, com Tell me Baby, provando que a cozinha da banda é quem manda.
Dominando todo o show, e se mostrando mais líder do que Kiedis, o homem das quatro cordas se dirigiu ao microfone e começou a bradar nomes de grandes lendas do futebol brasileiro, muitas delas ainda na ativa, como Kaká, Ronaldinho e, claro, Pelé. "Temos muita sorte por estar aqui esta noite", exclamou antes do hit Scar Tissue, muito aplaudido e cantado pelo público que lotou a Arena Anhembi.
Com sequências rápidas, o Red Hot Chili Peppers seguiu com Look Around, Otherside (bem climatizada com o telão mostrando imagens do universo) e Factory of Faith, faixa de I'm With You e anunciada por Flea em espanhol.
Depois de Throw Away Your Television, oitava do show, o quarteto californiano apresentou seu homem na percussão: o brasileiro Mauro Refosco. Avisando que era casado e que a mulheres deveriam apenas apreciar a música, Flea e Anthony Kiedis não pouparam elogios ao músico, oriundo de Joaçaba (SC), cidade que segundo o baixista, é menor que a plateia presente na noite.
A apresentação seguiu rápida e sem problemas com The Adventures of Rain Dance Maggie, mais uma do novo disco, e Me & My Friends, até chegar Under The Bridge. Na canção do clássico Blood Sugar Sex Magik, Josh Klinghoffer, o guitarrista substituto de John Frusciante errou a introdução da música, parando o show. Kiedis culpou os pedais de efeito e o novo membro tentou mais uma vez com sucesso.
Apagado e com a guitarra baixa comparado ao instrumento de Flea, Klinghoffer só foi notado no show pelo seu erro, mostrando que Frusciante faz falta no Chili Peppers.
O show ainda teve Did I Let You Know e Higher Ground, cover de Stevie Wonder, até parar novamente por problemas na guitarra de Klinghoffer. Segurando as rédeas e pronto para improvisação, Flea tocou e cantou Pea, do disco One Hot Minute, até tudo voltar ao controle.
Com tudo resolvido, o Red Hot fechou a primeira parte do show com as clássicas (e bem aplaudidas) Californication e By The Way. Na volta para o bis, Chad e Mauro fizeram um solo de bateria com ritmos latinos e emendaram Dance, Dance, Dance.
Para fechar, o Red Hot Chili Peppers tocaram a reflexiva Dont' Forget Me e arrebentaram com Give It Away, provando que depois de 28 anos eles já não são mais os mesmos, mas mesmo com altos e baixos continuam entregando um bom show.
O quarteto californiano ainda se apresenta no próximo sábado (24) no Rock in Rio.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

No site oficial, R.E.M anuncia o fim da banda.

Nesta quarta-feira (21), o R.E.M divulgou um comunicado em seu site oficial, anunciando o fim da banda.


"Aos nosso fãs e amigos: como R.E.M, e como amigos de uma vida inteira, decidimos colocar um ponto final na banda. Nós vamos embora com um grande sentimento de gratidão e de felicidade sobre tudo que nós alcançamos. Para todos que um dia se sentiram tocados com a nossa música, nossos mais sinceros agradecimentos".
A banda foi formada em 1980, por Peter Buck, Mike Mills e Michael Stipe, na Georgia, nos Estados Unidos. Foi considerada uma das maiores representantes do rock alternativo.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Queen está montando sua própria banda-tributo para turnê em 2012.


Roger Taylor, baterista do Queen, estava, recentemente, na cidade em que mora, quando viu um pôster que chamou sua atenção. “Dizia ‘Queen no palco’”, Taylor conta à Rolling Stone EUA. "Eu vi no mesmíssimo hall em que costumávamos tocar e tem uma foto bem ruim da banda. Existem tantas dessas bandas que fazem tributo e aí existem também shows orquestrais acontecendo. Muitas dessas coisas não estão à altura, então, queremos fazer tudo direito.”

Reunindo uma turnê de tributo digna de uma atração icônica – um grupo que se mantem tão popular que o cantor Freddie Mercury, morto em 1991, foi homenageado na home do Google há algumas semanas, na data em que faria aniversário de 65 anos – é uma tarefa complicada. Mas Taylor acha que encontrou uma solução criativa que, como ele explica, “manterá a música do Queen viva”. O baterista está pedindo ajuda do público para promover uma competição online para encontrar o grupo para o Queen Extravaganza, um evento que acontecerá em 2012 que contará com uma banda tocando o repertório do Queen, além de imagens inéditas e uma superprodução. A partir desta segunda, 19, as pessoas que acham que dão conta de tocar os riffs de guitarra de Brian May em "Sheer Heart Attack" ou para fazer o melhor vocal de Mercury em "Bohemian Rhapsody" pode submeter suas audições no site www.queenextravaganza.com.

É um empreendimento audacioso, mas que Taylor espera que se tornará uma forma duradoura de lidar com o fato que, conforme a lenda e o legado do Queen continuaram a crescer, ao longo das duas últimas décadas, eles tiveram que tentar diferentes maneiras de fazer turnês após a morte de Mercury. A mais bem-sucedida foi com Paul Rogers, mas Taylor acha que isso chegou ao fim.

A Rolling Stone EUA falou com Taylor a respeito do amor ao Queen, seu próprio futuro musical, alguns de seus não-hits favoritos do Queen e sobre o que os fãs podem esperar quando o Extravaganza cair na estrada em 2012.

É um conceito bastante interessante e audacioso o do Queen Extravaganza, afinal, não era tudo que o Queen fazia extravagante?
Fico muito feliz que ache isso. Além disso, pensamos que Extravaganza era o nome perfeito para algo produzido pelo Queen [risos]. Basicamente, estamos produzindo nosso próprio show, usando nossas próprias imagens e método de produção para fazer um show, porque, vamos combinar, estamos ficando velhos, mas há um monte de bandas de tributo, algumas ruins, outras boas. E organizamos algo que achamos que é puramente extraordinário.

Você fala em ter envelhecido, mas vocês têm se mantido ativos como banda e feito turnê com muitos vocalistas.
Claro, na semana passada mesmo Brian [May] e eu fizemos um evento de caridade para o aniversário de Freddie, tínhamos Jeff Beck, o que foi fantástico, e muitos outros caras, o cara do Keane, Tom Chaplin. Então, ainda podemos fazer isso, mas não acho que queira viajar mais ao redor do mundo fazendo isso. E, claro, não ter o Freddie sempre tornou tudo mais difícil para mim nos últimos 20 anos. É um grande obstáculo, mas esta é uma forma de manter nossa música viva e fazendo isso com os nossos próprios padrões.

Você irá se envolver de alguma forma musical no Queen Extravaganza?
Estamos montando o show agora, então, o que quis fazer foi deixar alguns momentos nos quais Brian e eu poderíamos aparecer e tocar. Então, esta seria uma opção. Mas, no geral, este show não contará com nenhum membro do Queen.

Até este momento, você ainda não viu nenhum teste, então quais aspectos tem achado fascinantes?
O que estou fazendo no momento é, na verdade, a criação do show, a escolha das músicas, as combinações, a ordem das coisas, as luzes. E também escolher elementos de filmagem e efeitos que queremos usar. Mas, como você disse, o processo de seleção ainda não teve início. Estou bem convencido que há por aí milhares de pessoas talentosas em seus quartos, ao redor do mundo, tocando bateria, guitarra e cantando. E eu quero encontrar algumas destas pessoas. E, claro, queremos jovens porque já não os somos [risos]. Então, gostaríamos de caras bonitões para estar nessa banda. Obviamente eles têm que ser bons músicos. Estamos bastante convencidos que eles estão por aí.

Você imagina isso como sendo um show em andamento além do próximo ano?
Em um mundo ideal, sim, e espero que seja algo contínuo. Somos uma banda global – América do Norte, América do Sul, Europa, Ásia, Austrália. Todas estas coisas são possíveis, então poderia ser uma turnê sem fim.

Certamente o interesse existe, como as pessoas puderam ver a partir do destaque que o 65º aniversário do Freddie ganhou.
Tenho que admitir, Brian e eu ficamos constantemente maravilhados que nossa música ainda toca no rádio. Nos sentimos honrados e sortudos pelo fato de as pessoas ainda gostarem de nossas músicas e delas ainda fazerem sucesso. É um longo tempo na estrada.
Você diz ficar surpreso, mas com certeza sabe que o interesse existe. Não daria para fazer este show se ainda não houvesse tanto amor pela música.
Sim, se sentíssemos que nosso trabalho estava esquecido não faríamos isso, seria algo inútil. É realmente gratificante haver uma demanda para um trabalho desse. Muitos dos jovens não viram o Queen ao vivo, então esta é a chance de fazer algo mais o próximo possível de tal experiência.

Mas vocês fizeram uma turnê extensa com o Paul Rogers.
Sim, e aquilo foi agradável. Gosto de trabalhar com o Paul. Sempre enxergamos aquilo como algo temporário, mas Paul tem uma bela voz. Foi ótimo. Foi quase inesperado e meio que aconteceu organicamente. Acho que aquela fase terminou.

Há chances de alguns shows especiais com ele?
Eu não descartaria. Aliás, li outro dia que o Paul disse que não se importaria em fazer algo. Se algo aparecesse, poderíamos fazer. Talvez nas Olimpíadas ou algo do tipo. Eu certamente não descartaria. Ele é um cantor maravilhoso, não há dúvidas quanto a isso.

Depois de tantos anos, você tem a perspectiva de olhar para o trabalho de vocês e entender por que se trata de algo tão duradouro?
É uma pergunta complicada. Uma coisa que temos hoje, após todos estes anos, é definitivamente perspectiva e diria que o que contribuiu para isso foi que fizemos muitos discos diferentes; houve variedade e também qualidade. Eu diria que foi a qualidade, mas também diria que também foi a variedade de nossa música. Do hard rock para quase rockabilly, para um pouco de funk à grandiosidade.

Considerando que você tem ouvido as canções e visto imagens, há faixas para as quais você acabou desenvolvendo uma nova forma de apreciação?
Quando fazíamos os discos, nunca fazíamos singles, trabalhávamos nos discos e depois escolhíamos os singles. Então, na época, eu teria gostado de faixas completamente diferentes. Eu quero incluir nestes shows não só os singles, mas também outras faixas dos álbuns; quero transitar de forma profunda pelo catálogo. Acho que há verdadeiras preciosidades que merecem estar no show para que as pessoas consigam se deparar com um espectro completo da banda e não apenas uma nova versão do nosso show no Wembley Stadium [de 1986].

Quais destas faixas você gostaria de incluir no show?
Por exemplo, "In The Lap Of The Gods 1 and 2", "Lazing On A Sunday Afternoon", "I'm In Love With My Car", mergulhar mesmo no catálogo. "You Take My Breath Away" estará lá. E, claro, há também alguns dos hits oitentistas que faziam ainda mais sucesso na Europa, como "Her Kind Of Magic".

Há imagens inéditas?
Algumas nunca foram vistas. Há coisas de antes de 1973. Coisas em preto e branco e outros grandes momentos nunca vistos.

O que as pessoas poderão esperar do show, em termos de surpresas?
Isso é muito difícil. Ainda não chegamos nem na metade do caminho na elaboração do show. É difícil falar, mas terão surpresas e elas passarão por diversas fases do Queen e seus looks diferentes. É o máximo que posso falar.

Jane's Addiction adia lançamento de disco.

O Jane's Addiction adiou o lançamento de seu novo álbum, The Great Escape Artist. As informações são do site do semanário britânico NME.


O disco de inéditas inicialmente chegaria às lojas em 26 de setembro, mas a data foi transferida para 17 de outubro, no exterior. O álbum é o sucessor de Strays, lançado em 2003.

O trabalho contou com Dave Sitek, do TV on the Radio, no baixo, substituindo Duff McKagan (que ia participar do trabalho, mas desistiu no meio do caminho). O baixista Eric Avery, cofundador do Jane's Adiction, deixou a banda definitivamente, após muitas idas e vindas, em março de 2010.

Entre as faixas de The Great Escape Artist, estão “Twisted Tales”, “I'll Hit You Back”, “Broken People”, “Splash A Little Water On”, assim como os singles “End To The Lies” e “Irresistible Force”.

Van Halen poderá assinar com a Columbia para lançar disco de inéditas.

Diversos veículos internacionais indicam que o Van Halen ou já assinou com a Columbia Records ou está próximo de um acordo com o selo. Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, ainda nenhum contrato foi assinado, mas a companhia da Sony Music está liderando a disputa para lançar o primeiro álbum da banda com o vocalista original, David Lee Roth, desde 1985. O disco tem lançamento esperado para algum momento no ano que vem.



Se o Van Halen assinar de fato com a Columbia, será a primeira vez que a banda trabalhará separada da Warner Bros. Records em 35 anos. O grupo não lança um disco de inéditas desde Van Halen III (1998), o único com o vocalista Gary Cherone.

'Pearl Jam Twenty' reúne histórias e imagens de sobra da banda.

Com uma câmera VHS na mão, dois jovens registram a entrada em uma casa de shows underground de Seattle, brincam com policiais e gravam um encontro com uma "celebridade" da cena, Chris Cornell. A dupla não sabia, mas anos mais tarde eles estariam ditando as regras daquele mesmo movimento, agora sob o nome de Pearl Jam. Os personagens da cena, Jeff Ament e Stone Gossard, abrem o documentário Pearl Jam Twenty, dirigido por Cameron Crowe, que celebra os vinte anos do quinteto, também conta com Mike McCready, Matt Cameron e Eddie Vedder.


Pearl Jam Twenty foi baseado em mais de 1200 horas de filmes raros, 24 horas de entrevistas com a banda e diversas imagens do quinteto no palco. Talvez a maior dificuldade enfrentada por Crowe tenha sido condensar essa quantidade de material em 1h49, o que deixa algumas lacunas em assuntos pontuais ou insiste em alguns tópicos, fazendo a edição ficar um pouco arrastada em certos momentos.
Independente disso, o maior trunfo de Pearl Jam Twenty se dá pela quantidade de cenas inéditas, histórias e depoimentos que dão uma novas visões sobre o grupo aniversariante. O documentário explora o nascimento do Pearl Jam ao explicar minuciosamente o fim do Mother Love Bone a a morte do vocalista Andy Wood, o assédio da mídia, as farpas entre Pearl Jam e Nirvana, a briga com a gigante Ticketmaster, a tragédia do festival Roskilde, quando nove fãs morreram pisoteados e o Pearl Jam atual, resultado de toda essa história.
A diferença principal do formato adotado por Cameron Crowe e o maior trunfo de Pearl Jam Twenty está na quantidade de material resgatado principalmente no início da carreira. Fazendo um paralelo com Back & Forth, documentário sobre a história do Foo Fighters, também lançado neste ano, o filme de Crowe ganha destaque por ter seu roteiro em torno de filmagens da época e ilustrar o início dos anos 90 de forma fiel.
Pearl Jam Twenty será exibido nesta terça-feira (20/9)em 25 cidades do País. As cidades que receberão o filme são: São Paulo (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), Santos (SP), Ribeirão Preto (SP), Campinas (SP), Barueri (SP), Florianópolis (SC), Blumenau (SC), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Maringá (PR), Curitiba (PR), Recife (PE), Belém (PA), Cuiabá (MT), Uberlândia (MG), Juiz de Fora (MG), Belo Horizonte (MG), São Luís (MA), Goiânia (GO), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Manaus (AM), Maceió (AL).
Além do documentário, o Pearl Jam lança no dia 20 de setembro o disco duplo de mesmo nome com os grandes hits da banda, músicas inéditas e demos. Pearl Jam Twenty será lançado em DVD no dia 25 de outubro.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Confirmado show do Foo Fighters no Lollapalooza Brasil em 2012.

Ao que tudo indica, o Foo Fighters vem mesmo ao Brasil em abril do ano que vem. De acordo com o jornalista José Norberto Flesch, da edição paulista do jornal Destak, Dave Grohl e cia. fecharam com a produção do Lollapalooza Brasil e vêm como headliners da primeira edição do evento.


Há meses especula-se uma vinda do grupo para cá, e assim que o festival foi anunciado, cogitou-se a inclusão do Foo Fighters na escalação. Ainda de acordo com o Destak, a banda também lidera a escalação da segunda edição do Lollapalooza Chile, uma semana antes de tocar aqui.

O Lollapalooza Brasil ocorre em São Paulo, dias 7 e 8 de abril de 2012.

Bono: Brasil é praça fundamental para sucesso de mega turnês.

Em entrevista para a última edição da revista Época, Bono disse que o Brasil está no centro do mundo e é um dos destinos fundamentais para o sucesso de mega shows.


Na reportagem, a revista da Editora Globo apresentou a importância que o mercado brasileiro ganhou na rota das grandes turnês musicais, e reaparecimento de grandes festivais como Rock in Rio e SWU.
O guitarrista do U2, The Edge, também comentou da melhora na infraestrutura desde que primeiro vieram ao Brasil, há 13 anos: "tudo melhorou. Os equipamentos de som, as instalações elétricas, os espaçoes para apresentação e até mesmo o pessoal que nos assessora."
Segundo a revista, a indústria brasileira de entretenimento movimentará cerca de R$ 1,5 bilhão em 2011, com perspectiva de R$ 2 bilhões em 2015.

Thom Yorke do Radiohead faz show surpresa em vilarejo britânico.

Thom Yorke, líder da banda Radiohead, apareceu de surpresa na noite de domingo (18) para um pequeno show no vilarejo de Crackington Haven, localizado no condado de Cornwall, no Reino Unido. As informações são do site NME, que repercutiu nota publicada pela página de fãs Radiohead At Ease.


Frente a uma plateia formada por algumas dúzias de pessoas que acompanhavam o European Fish Fry Festival, o cantor do quinteto apresentou canções nunca tocadas ao vivo, entre elas The Twist, divulgada na semana passada pela estação de rádio britânica XFM.

Líder do The Drums aconselha Kings of Leon a encerrar carreira.

"Eu os aconselharia a se separar e a parar de fazer músicas". A frase é de autoria do líder do grupo de indie rock The Drums, Jonathan Pierce, que, em entrevista ao site Click Music, aconselhou o Kings of Leon a encerrar de vez sua carreira.


"Não acho que eles estejam realmente ajudando alguém. Eles nunca fizeram uma canção que, de alguma forma, me tocasse. Sinceramente, acho que o novo álbum da Britney Spears (Femme Fatale) é melhor do que as canções do Kings", alfinetou.
As críticas vêm algumas semanas depois de os irmãos Followill, que compõem o quarteto, terem anunciado o repentino fim de sua turnê norte-americana, devido a supostos problemas de voz e exaustão do cantor Caleb - fato ocorrido depois de ele ter abandonado um show em Dallas alegando calor excessivo no local.
"Eu preciso dizer que Jared (Followill, baixista do Kings) é um homem muito bom, além de ser mais esperto do que demonstra. De fato, acredito que ele nem gosta da música que toca com o Kings of Leon. Tive longas conversas com ele, que foi bastante aberto comigo. Para mim, Jared apenas vê o grupo como um simples trabalho. E isso é muito triste".
Pierce ainda criticou muito o hit do quarteto Sex on Fire, segundo ele, "uma das piores músicas" que já ouviu na vida.

CD da Semana Scorpions - Acoustica!!!

Acoustica is a 2001 unplugged album by German heavy metal band Scorpions.


Acoustica was recorded during three concerts, at Convento do Beato, Lisbon, Portugal, in February 2001.[2] It was a most unusual set for the band, as Klaus Meine comments on the DVD. The band was supported by female backing vocalists, a percussionist, an extra guitarist and Christian Kolonovits (who had worked with the band as conductor and arranger on the Moment of Glory album) on keyboards. He also collaborated on rearranging the songs for the acoustic set. The band performed four new songs: "Life is too Short", "Back to You", "I Wanted to Cry" and "When Love Kills Love", which was released as single.[3] All the new songs were featured on the DVD, while "Back to You" and five others were not omitted from the CD.
Acoustica also contains cover versions of songs such as The Cars' "Drive", Kansas' "Dust in the Wind" and the Queen hit "Love of My Life".
In 2003, an official 'Platinum Edition' was released by Warner Music Thailand, which coupled the original CD with a VCD. The VCD featured behind the scenes and rehearsal footage and a band interview, conducted in English by a Thai television crew.
The album attained gold status in Brazil, and the DVD attained platinum status.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Thom Yorke divulga música inédita.

O vocalista do Radiohead, Thom Yorke, divulgou na última quinta, 15, uma canção inédita de sua carreira solo. Trata-se de "The Twist", que foi conhecida após uma discotecagem do cantor na rádio britânica XFM. As informações são do semanário britânico NME.

Além de "The Twist", Yorke tocou remixes de faixas do último disco do Radiohead, The King of Limbs, como "Bloom" e "Give Up the Ghost". TKOL RMX, um álbum que reúne 19 versões remixadas das músicas, será lançado como disco duplo no dia 10 de outubro. Entre os artistas que revisitaram as canções estão Jamie xx, Four Tet e Caribou.

Ouça abaixo a "The Twist":

Rob Halford cai de moto no palco em Brasília.

Ao subir ao palco para cantar Hell Bent for Leather no bis do show em Brasília, realizado na quinta-feira (15) no Ginásio Nilson Nelson, o vocalista do Judas Priest, Rob Halford, tombou no chão com sua moto, parte da cenografia dos shows da banda há décadas.


A queda ocorreu pouco antes do início do verso da canção, clássico do disco Killing Machine, de 1978.
Aos 60 anos de idade, o cantor britânico precisou da ajuda de três assistentes de palco para levantar-se e colocar o veículo também em pé. Na sequência, Halford sentou-se na moto e, como se nada tivesse acontecido, começou a entoar os versos da canção.

Músico de blues Willie "Big Eyes" Smith morre aos 75.

O músico de blues Willie "Big Eyes" Smith, que por muito tempo tocou ao lado de Muddy Waters, morreu na sexta-feira (16) em Chicago, aos 75 anos, em decorrência de um derrame, segundo nota divulgada em seu site.


Não faz nem seis meses que o blues perdeu o mestre Joe Willie "Pinetop" Perkins, aos 97 anos, com quem Smith dividiu o prêmio Grammy deste ano pelo trabalho conjunto Joined at the Hip, na categoria de melhor álbum de blues tradicional.
Nos bastidores da entrega do Grammy, Smith contou que conheceu Perkins ainda menino, e que ficou contente pelo sucesso da parceria. "Para dizer a verdade, sou no momento um dos homens mais felizes da Terra", disse ele no evento em fevereiro. Embora o Grammy de 2011 tenha sido o seu primeiro, ele já acumulava uma longa carreira ao lado do falecido e legendário Muddy Waters. p>Nascido em Helena (Arkansas) em 1936, Smith se mudou para Chicago aos 17 anos, quando ouviu Water tocar pela primeira vez. No começo da década de 60, entrou para a banda de Waters como baterista.
Em 1964, no entanto, guardou a bateria por um tempo e passou a viver de bicos, como o de taxista em Chicago, segundo a biografia no seu site. Voltou à banda de Waters em 1968, e tocou com ele ao longo de toda a década de 1970, período em que Waters ganhou seis Grammys.
Além da bateria, Smith também tocava gaita e cantava. Nos anos 1980, ele tocou na Legendary Blues Band, ao lado de Perkins, Louis Myers, Calvin Jones e Jerry Portnoy.

Motorocker lança cerveja exclusiva.

Para marcar a trajetória e comemorar os 18 anos de estrada, o Motorocker está lançando a cerveja que leva o nome da banda de rock. O grupo, formado por Marcelus dos Santos (vocal), Luciano Pico (guitarra), Thomas Jefferson (guitarra), Silvio Krüger (baixo) e Juan Neto (bateria), já é conhecido por inovar e apresentar novidades, por isso resolveram presentear os fãs com uma cerveja personalizada.

O sabor e o aroma foram escolhidos pelos integrantes. A cerveja Motorocker é do estilo Munich Dunkel, uma pilsen escura, feita à base de malte de Munique, cor castanha brilhante, com amargor mediano e destaque maior em seu aroma para as notas tostadas e frutadas do resultado da fina combinação de maltes especiais. A cerveja Motorocker pode ser harmonizada com carnes de porco, carneiro ou marreco.

O produto é produzido pela Weinsky Beer, microcervejaria localizada em Contenda (PR). A cerveja Motorocker começará a ser comercializada em outubro, nas principais casas noturnas de Curitiba e pelo site da banda. O preço sugerido para a garrafa de 600ml é de R$ 12,00.

O lançamento acontece durante o show do Motorocker marcado para 15 de outubro no Moinho Eventos, em Curitiba. A bebida pode ser comprada antecipadamente no “combo exclusivo”, que inclui ingresso, uma cerveja Motorocker de 600 ml, um copo e um boné, personalizados. Os ingressos podem ser adquiridos nos pontos de venda do Disk Ingressos ou pelo telefone 41 3315-0808.



Mais informações

Motorocker - Desde o início da trajetória musical, o grupo apresenta canções próprias e interpreta sucessos de bandas consagradas como AC/DC, Motörhead e ZZ Top. O Motorocker passou por diferentes formações, mas não deixou de lado sua essência, mantendo no repertório composições da época da garagem - do início da trajetória musical, em 1992. Canções que fizeram parte do primeiro CD do grupo, "Igreja Universal do Reino do Rock", de 2006.

Em 2008, a banda lançou "Vamo Vamo", single com três músicas, que deu origem ao álbum lançado em outubro do ano passado: “Rock na Veia" - formado por 12 canções, todas compostas por Marcelus.

Conhecido nacionalmente, o grupo já dividiu o palco com bandas como Sepultura, Deep Purple, Motörhead e Nazareth - tendo, inclusive, participado da gravação do CD Ruby Nazareth Tribute, com a música Telegram.

Em abril deste ano, o Motorocker fez a abertura do show do Iron Maiden realizado em Curitiba. A apresentação do Motorocker rendeu elogios e citação no site oficial do grupo britânico. Antes disso, o Motorocker marcou presença na apresentação que o Nazareth fez na capital paranaense em fevereiro.



Sobre a cerveja Motorocker

Munich Dunkel

Graduação alcoólica: 6,0%

Temperatura de serviço – 5 a 8°C

Amargor: 18 IBU (médio)

Cor: marrom/cobre escuro, límpida

Espuma: com boa formação e duração

Sabor médio/leve corpo e média carbonatação, toffee, torrado, chocolate, doce, leve amargor final de lúpulo e malte torrado, retrogosto amargo e de toffee.

Munich Dunkel dentro dos padrões para o estilo. Na formulação é utilizado extrato de lúpulo, mas o amargor fica em segundo plano assim mesmo, sendo lembrado quase que só no final. Sabor de maltes e chocolate bastante agradáveis.
Maiores informações no site oficial da banda: www.motorocker.com.br

Show das Velhas Virgens!!!



Cidade: São Paulo/SP
Local: Estacionamento da Escola Politécnica - Cidade Universitária - USP

Endereço: Av. Prof. Almeida Prado, n. 128, Travessa 2, Butantã

Informações: 11 3091 5777



A USP é um lugar que a gente adora tocar. Desde muito tempo a gente vem animando as festas da galera! Agora vamos lá pra comemorar os 25 anos de banda e os 108 anos da POLI! Vai ser loucura!

Cidade: São Paulo /SP.
Data: 16.09.11, sexta-feira.
Local: Estacionamento da Escola Politécnica - Cidade Universitária - USP.
Endereço: Av. Prof. Almeida Prado, n. 128, Travessa 2, Butantã.
Abertura do Evento: 21 horas.
horário do Show: 1:30 horas.
Evento: Aniversário de 108 (Cento e Oito) Anos do Grêmio Politécnico !
Ingressos na hora: R$ 25,00 (Vinte e Cinco Reais) Homens e R$ 15,00 (Quinze Reais) Mulheres.
Infos: 11 3091 5777

Show do HillBilly RawHide no Elvis Costella!!!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Bruce Dickinson cantará na catedral de Canterbury.

O vocalista da banda Iron Maiden, Bruce Dickinson, se jutnará com os músicos Ian Anderson da banda Jethro Tull e Justin Hayward da banda Moody Blues para um evento que foi apelidado de ‘Canterbury Rock at Christmas’.

O evento acontecerá no sábado, dia 10 de dezembro às 10 da manhã na catedral de Canterbury com o objetivo de arrecadar dinheiro para as reformas necessárias no local.

Linkin Park arrecada mais de 350 mil dólares para ajudar o Japão.

Os integrantes do Linkin Park reuniram cerca de 1.100 fãs na semana passada para ajudar a levantar mais de US $ 350.000 para doações para o Japão. A banda tocou no Teatro Mayan, em Los Angeles em um evento inicialmente anunciado como um show secreto, para ter acesso ao evento, os fãs precisavam levantar US $ 500 ou mais para ganhar um par de ingressos.


Tiveram a ideia inicial de doar todo o dinheiro de um show no Japão para ajudar o país a se recuperar do terremoto. Mas isso soou algo óbvio a se fazer, então decidiram fazer um show secreto no qual os fãs, ao doarem o dinheiro, “ganhariam” os ingressos.

“É uma noite realmente emocionante hoje. Estamos realizando um show com o B’z do Japão, a maior banda de rock na história japonesa,” disse o vocalista Chester Bennington à MTV News antes do show. “É uma honra poder tocar com esses caras, e é especialmente uma honra poder retribuir para a comunidade japonesa que foi tão grande em nos apoiar.”

Guitarrista do The Offspring fala sobre novo álbum.

Noodles, guitarrista do The Offspring, foi entrevistado no dia do I-Day Festival em Bologna, Itália na semana passada. Ele comentou sobre o novo álbum da banda, a nova música que eles têm tocado em shows (que recebeu o nome de “November Song”), e uma regravação de “Dirty Magic”.

“Sabe, estamos fora por um mês e estamos trabalhando no álbum. Temos algumas músicas que estamos mudando de noite em noite. Em Paris nós mudamos 4 músicas. Estamos apostando no próximo ano… faremos o que deveríamos ter feito este ano, sabe, a capa e tudo isso…” disse Noodles.
The Offspring não lançou nenhum material novo desde o álbum de 2008, “Rise And Fall, Rage And Gr

Dave Mustaine fala sobre sua relação com Kirk Hammett.

Dave Mustaine, vocalista do Megadeth, que já foi integrante do Metallica por 11 meses antes de sair em 1983 e ser substituído por Kirk Hammet, teve por muito tempo uma relação ruim com o seu sucessor na banda- Kirk Hammet.

Após tocar alguns shows do Big Four juntos no ano passado, Mustaine e Hammett aparentemente se conciliaram.



Dave contou a Artisan News em uma entrevista recente: “Quando tocamos ‘Helpless’ em uma noite, eu fui dizer oi para Kirk no palco e ele disse: ‘Você quer rocar o solo?’ e eu aceitei. Mas esquecemos de contar aos outros que eu iria tocar o solo, então… a música rolou com Kirk tocando, e eu lá sentado… não dava para escutar o que eu estava fazendo. Pelo menos nós soubemos o que estava acontecendo. Foi um tipo de passada simbólica [...] Eu acho que isso ajudou a nossa relação a melhorar um pouco.”

Em uma entrevista feita em 2004, Dave disse: “Eu realmente não me importo com Kirk – ele roubou meu trabalho, mas pelo menos eu tive a namorada dele antes disso. Qual é o gosto, Kirk?”

Guitarrista do Guns N’Roses lança single solo.

Bumblefoot, guitarrista do Guns N’Roses, lançará este mês o oitavo single de uma série de músicas digitais – “Let Your Voice Be Heard”. Para guitarristas, há um pacote que tem a transcrição de toda a trilha da guitarra como um arquivo PDF – a notação musical e a tablatura.

Para mais informações acesse Bumblefoot.com. Confira abaixo a preview da música:

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Gene Simmons e Ace Frehley desmentem reunião .

Gene Simmons agiu rapidamente para acabar com rumores de uma reunião do Kiss.Depois que ele e o guitarrista Ace Frehley foram vistos almoçando juntos na segunda-feira.

A única vez que companheiros de banda parecia estar em boas condições enquanto jantavam em Los Angeles, mas Simmons levou para Twitter.com e pediu aos fãs para não ler muito sobre a ficar juntos.

Ele escreve, "Ace e eu tinha o almoço, agradável e amigável juntos hoje. Foi maravilhoso vê-lo. Ele parecia saudável e feliz.

Nada mais foi falado. Não rumores, por favor. Ace e eu somos felizes com nossas vidas e não mudar nada. "

Frehley tocou com o grupo desde a sua criação em 1973 até sua partida em 1982. Ele voltou à banda em 1996 para uma turnê de reunião, que terminou em 2002.

Novo videoclipe do Sirenia ultrapassa 380 mil views.

A banda norueguesa Sirenia, um dos principais nomes do Gothic Metal Mundial, acaba de registrar uma conquista importante em sua carreira. O videoclipe da música "The End Of It All" superou a marca de 380 mil visualizações no YouTube.

O video, dirigido pelo ilustre diretor Patric Ullaeus, da Revolver Film Company, que já trabalhou com Dimmu Borgir, Lacuna Coil, In Flames, Sonic Syndicate, Kamelot e outros, divulga o mais novo álbum "The Enigma Of Life" lançado pela Nuclear Blast Records.

O grupo, que recentemente se apresentou no Wacken Open Air, maior festival de Heavy Metal do Mundo, tem única apresentação no Brasil agendada para o próximo dia 29 de outubro, no Blackmore Rock Bar, em São Paulo. A último encontro com os fãs brasileiros aconteceu em Março do ano passado.

Os ingressos para este show já estão disponíveis na loja virtual da produtora em http://darkdimensions.webstorelw.com.br e na loja Profecias (Galeria do Rock) Os preços variam de R$ 60,00 (1°lote), R$ 80,00 (2°lote) e R$ 100,00 (na porta).

A banda de abertura será a novata Mellinne. Confira o video.



Links relacionados:
http://www.sirenia.no
http://www.facebook.com/sirenia
http://www.twitter.com/sireniaofficial
http://www.youtube.com/user/SireniaOfficial
http://www.myspace.com/sirenia
http://www.darkdimensions.com.br/
https://www.facebook.com/profile.php?id=659861147
http://twitter.com/darkdimensions_
http://theultimatepress.blogspot.com
http://www.myspace.com/mellinne

Serviço São Paulo
Data: 29/10/2011
Local: Blackmore Rock Bar
Endereço: Al dos Maracatins, 1317 - Moema
Hora: 20h (abertura da casa às 18h)
Ingressos: 1°lote: R$ 60,00 | 2°lote: R$ 80,00 | Na porta: R$ 100,00 (Preços para Ingressos Promocionais antecipados e Estudantes)
Venda online: http://darkdimensions.webstorelw.com.br

Nightwish: divulgados capa e repertório do novo álbum.

O Nightwish divulgou o repertório e a capa de seu novo disco, "Imaginaerum", que sai dia 30 de novembro na Finlândia e 2 de dezembro no restante da Europa pela Nuclear Blast.

Track list:

01. Taikatalvi
02. Storytime
03. Ghost River
04. Slow, Love, Slow
05. I Want My Tears Back
06. Scaretale
07. Arabesque
08. Turn Loose The Mermaids
09. Rest Calm
10. The Crow, The Owl And The Dove
11. Last Ride Of The Day
12. Song Of Myself
13. Imaginaerum

Bandas tocarão “Smells Like Teen Spirit”, do Nirvana, 144 vezes em festival.

Um grupo de fãs no Nirvana levará o conceito de ouvir uma música no “repeat” a outro nível. No dia 1 de outubro, na edição deste ano do festival de arte Scotiabank Nuit Blanche, realizado em Toronto, no Canadá, fãs do grupo liderado por Kurt Cobain se reunirão para a maratona de execuções da faixa “Smells Like Teen Spirit”. Ela será tocada 144 vezes, segundo o site da revista Spinner.



Entre os músicos obcecados com Nirvana que participação da homenagem estão integrantes das bandas Tokyo Police Club, Fucked Up, Woodhands, Gallows, entre outras.

Porém, não são apenas profissionais que estão convidados a tocar. Qualquer fã que quiser ajudar a celebrar os 20 anos de Nevermind pode chegar lá e se inscrever para participar.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Brian May diz que pensou em suicídio após morte de Freddie Mercury.

Brian May revelou ter cogitado suicídio após a morte de seu amigo e companheiro de Queen, Freddie Mercury, em 1991. As informações foram divulgadas em entrevista ao Daily Mail.




May contou que o impacto da morte do amigo foi somada à morte do pai do guitarrista, ocorrida no mesmo período. “A banda tinha acabado, então havia uma sensação terrível de perda... A banda era minha família”, disse. “Eu não queria viver, me perdi completamente.” Ele contou ainda que precisou se isolar para que pudesse se recuperar – internando-se em uma clínica no Arizona para combater a depressão. “Gradualmente, os pensamentos suicidas foram embora”, revelou.

O guitarrista ainda contou que Mercury – que teria completado 65 anos no último dia 5 de setembro – decidiu desistir de lutar contra a Aids. “Freddie amava a vida”, lembrou. “Vivia ao máximo, mas já no final percebeu que não era mais divertido e decidiu parar com as medicações. Ele estava sofrendo e infelizmente não havia outra saída.”

STRATOVARIUS "Under Flaming Skies" (HD Official Video) from ELYSIUM (2011)

From the studio album Elysium, the brand new videoclip from STRATOVARIUS.
Check Stratovarius and earMUSIC facebook pages for all details about the 2011 Tour.

Google Chrome: The Johnny Cash Project.

Johnny Cash fans from around the world use the web to join together and create a music video memorializing his last recording. Each fan illustrates their own frame of the video. As people all over the world contribute, the project continues to evolve and grow, one frame at a time. Watch, and then get an exclusive Johnny Cash theme for Chrome here: http://goo.gl/vNL4D

For the complete work please visit http://www.TheJohnnyCashProject.com. Created by Chris Milk, Aaron Koblin and Rick Rubin.



Blink: 'Neighborhoods' é combinação de tudo o que já fizemos.

Em entrevista à edição desta semana da revista NME, o baixista do Blink-182, Mark Hoppus, falou sobre o novo trabalho da banda, Neighborhoods, com previsão de lançamento para o próximo dia 27 de setembro, e afirmou que ele é basicamente uma combinação de todos os cinco discos anteriores lançados pelo trio.


"Para mim, soa desta forma. São canções que poderiam ter sido gravadas no Dude Ranch ou em nosso último álbum", comentou. "É uma combinação de tudo o que já fizemos dando um passo para frente".
Hoppus disse ter ficado surpreso com a recepção das novas músicas nos shows que o grupo tem realizado nos EUA nos últimos meses. Segundo ele, o Blink chegou a pensar em não tocá-las ao vivo até o lançamento do disco, opinião mudada após reações positivas a elas em seu site oficial.
"Está sendo ótimo, porque a última coisa que quero ouvir de uma banda quando vou vê-la ao vivo é, 'nós iremos tocar algumas novas canções agora'. Eu quero as coisas antigas que conheço bem. Mas isso é ótimo, exatamente o que queremos para o Blink, que as pessoas ouçam nosso material novo. Elas amam as coisas velhas, mas querem as novas também".

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Ouça a nova música do Coldplay.

O Coldplay divulgou nesta segunda, 12, seu novo single, “Paradise”, que integrará o álbum Mylo Xyloto. As informações são do site do semanário britânico NME. A canção é o segundo do novo trabalho (o primeiro é “Every Teardrop Is A Waterfall”). Ouça abaixo:

Festival SWU confirma shows de Modest Mouse e Ash.

A organização do festival SWU divulgou nesta segunda-feira (12) cinco novas atrações para o Palco New Stage: Modest Mouse, Ash, !!! (Chk Chk Chk), Bag Raiders e Pepper.


Além deles, já estão confirmados Peter Gabriel, Faith No More, The Black Eyed Peas, Alice in Chains, Duran Duran, Stone Temple Pilots, Chris Cornell, Kanye West, Snoop Dogg, Damian Marley, Sonic Youth, Megadeth, Michael Franti & Spearhead, 311, Black Rebel Motorcycle Club, Primus, Down, Tedeschi Trucks, Simple Plan e Miyavi.
O festival acontece em Paulínia, interior de São Paulo, entre 12 e 14 de novembro. Durante o evento haverá o Fórum Global de Sustentabilidade, com presenças confirmadas de Bob Geldof e Neil Young.

Ben Harper anuncia seis shows no Brasil em dezembro.

Considerado um dos ícones do rock mundial, o cantor Ben Harper confirmou seu retorno ao Brasil para uma turnê, que passará por seis capitais entre os dias 3 e 10 de dezembro.
Esta será a segunda turnê do artista no País. A primeira aconteceu em 2007, quando apresentou os sucessos do álbum Both Sides of the Gun. Para a nova passagem pelo Brasil, ele apresentará os hits de seu novo CD, Give Till it's Gone, que conta com a participação do ex-Beatle Ringo Starr em duas faixas.
Ele se apresentará em Porto Alegre (dia 3, no Pepsi OnStage), Florianópolis (dia 4, no 12 Stage Music Park), Belo Horizonte (dia 6, no Chevrolet Hall), Brasília (dia 7, no Tenda da UnB), São Paulo (dia 9, na Via Funchal) e Rio de Janeiro (dia 10, no HSBC Arena).
A pré-venda de ingressos para o show do Rio de Janeiro acontecerá nos dias 14 e 15 deste mês, válida somente para clientes HSBC; no dia 16 estará livre para todo o público. Para o espetáculo em Porto Alegre a compra das entradas já está liberada. Em Belo Horizonte, somente dia 20 os tickets estarão disponíveis para compra.


Porto Alegre - Pepsi On Stage - 3 de Dezembro (sábado)
Endereço: Av. Severo Dullius, 1500
Horário: 22h
Preços: R$ 80 (pista), R$ 120 (Mezanino) e R$ 140 (pista Premium)
OBS: desconto de 50% para 100 primeiros titulares do cartão Clube do Assinante Zero Hora - Somente no Posto ZH - Av. Ipiranga, 1075 | a partir das 09hs do dia 06/09); demais titulares 10% de desconto somente nos pontos de venda físico
Florianópolis - Stage Music Park - 4 de dezembro (domingo)
Endereço: Rod. Maurício Sirotsky Sobrinho km 1,5, 2500 ¿ Jurerê Internacional
Horário: 21h
Preços: R$ 70 (pista), R$ 100 (pista Premium) e R$ 130 (camarote)
Belo Horizonte - Chevrolet Hall - 6 de dezembro (terça-feira)
Endereço: Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 - Savassi
Horário: 22h
Preços: serão informados a partir do dia 16 de setembro
Brasília - Tenda da UnB - 7 de dezembro (quarta-feira)
Endereço: Universidade de Brasília (UnB) - L2 Norte
Horário: 22h
Preços: R$ 140 (pista) e R$ 220 (camarote)
OBS: sujeito a taxa de conveniência
São Paulo - Via Funchal - 9 de dezembro (sexta-feira)
Endereço: Rua Funchal 65, São Paulo, SP
Horário: 22h
Preços: R$ 180 (pista), R$ 240 (Mezanino) e R$ 350 (pista Premium e Camarote)
OBS: sujeito a taxa de conveniência
Rio de Janeiro - HSBC Arena - 10 de dezembro (sábado)
Endereço: Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3401, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
Horário: 22h
Preços: R$ 180 (pista), R$ 240 (cadeiras Nível 1) e R$ 350 (pista Premier e Camarote)
OBS: pré-Venda Exclusiva Clientes HSBC: haverá pré-venda exclusiva para clientes HSBC nos dias 14 e 15 de setembro, somente pelo site www.ingressorapido.com.br. Clientes HSBC têm direito a 25% de desconto (apenas através de pagamento com cartão HSBC e somente sobre o valor da inteira) - desconto sujeito a limitação de quantidade por CPF

Filho mais velho de John Lennon volta a lançar disco após 13 anos.

O filho mais velho de John Lennon, Julian, anunciou nesta segunda-feira (12) que, após 13 anos sem nenhum trabalho de inéditas, lançará o disco Everything Changes, sucessor de Photograph Smile, de 1998. As informações são do site NME.


Herdeiro do eterno Beatle com sua primeira mulher, Cythia, Julian, 48, passou a última década se dedicando à fotografia, principal atividade que tem fora da música, chegando a trabalhar em turnê com o U2 para aprimorar suas técnicas. Também se dedicou à The White Feather Foundation, organização de defesa ao meio-ambiente.
"Eu fico me contorcendo se não pego o violão ou me sento ao piano de vez em quando. Preciso fazer isso. Não tenho escolha", comentou.
Confira as faixas que integrarão Everything Changes:
Everything Changes
Lookin' 4 Luv
Hold On
Touch The Sky
Invisible
Just for You
Always
Disconnected
Never Let You Go
Guess It Was Me
Don't Wake Me Up
Beautiful

domingo, 11 de setembro de 2011

Kasabian e Noel Gallagher são favoritos ao prêmio Mercury 2012.

O prêmio Mercury 2012 já tem seus favoritos, segundo site GigWise. Radiohead, Noel Gallagher e Kasabian são os grandes nomes entre os indicados.


A casa de apostas William Hill divulgou uma lista antecipada para a premiação do ano que vem. Kasabian está na frente, com seu novo álbum Velociraptor, seguido por Noel Gallagher, ex-Oasis, com o CD High Flying Birds.
Coldplay, Florence and The Machine, Mumford & Sons e Ed Sheeran também aparecem entre os favoritos.
Os indicados de 2011 foram Adele, Tinie Tempah, Everything Everything, Anna Calvi, Ghostpoet, Gwilym Simcock, Katy B, James Blake, Metronomy, King Creosote & Jon Hopkins. PJ Harvey levou o troféu.

Crescem os rumores da turnê de 50 anos dos Rolling Stones.

Com a notícia de uma reunião dos quatro membros do Rolling Stones na última quinta-feira (8) em um prédio em Londres, cresceram os rumores de uma turnê comemorativa dos 50 anos da banda em 2012. As informações são do site Gig Wise.


No começo do ano, Keith Richards já havia comentado sobre a possível celebração da banda. "A ideia está ai. Nós meio que sabemos que devemos fazer isso, mas ninguém ainda colocou o dedo no momento certo", disse o guitarrista para o tabloide The Sun na época.
O primeiro show dos Rolling Stones aconteceu no dia 12 de julho de 1962. A última turnê, The Bigger Band, foi concluída em 2007.
Atualmente o vocalista Mick Jagger está trabalhando com Joss Stone e Damien Marley no grupo Superheavy, enquanto Richards anunciou a volta de seu grupo de reggae, X-pensive Winos.

Judas Priest empolga público com clássicos e pirotecnia em SP.

Quando anunciou sua turnê mundial Epitaph, a última de seus quase 40 anos de carreira, o Judas Priest prometeu para os shows um repertório de clássicos e toda a pirotecnica que marcou o auge da carreira da banda. E, na abertura do giro brasileiro, neste sábado (10), na Arena Anhembi, foi exatamente isso que os fãs presenciaram: jatos de fogo e fumaça, lasers multicoloridos se dirigindo à plateia, correntes espalhadas por todo o cenário e, claro, um hit atrás do outro do quinteto que por muitos é considerado o primeiro grupo da história do heavy metal.
Apresentando o novo guitarrista Richie Faulkner, a banda liderada pelo carismático vocalista Rob Halford abriu o show com Rapid Fire, canção rápida e furiosa que abre seu principal disco, British Steel, seguida por Metal Gods, do mesmo trabalho. "O Priest está de volta", saudou de sua forma tradicional o cantor. "Nós amamos esses maníacos do metal. Vocês estão preparados para um pouco de Judas Priest?".


Enquanto, durante a apresentação do Whitesnake, banda que abriu a noite, o Anhembi estava bastante vazio, quando da entrada do Judas ao palco as coisas melhoraram bastante, com algo em torno de 2/3 da área da pista cheia. O público, em boa parte morno no show anterior, se revelou notório admirador de metal, com os jovens na faixa dos 30-40 anos de idade cantando os refrões, movendo os braços nas marcações rítmicas e balançando a cabeça como nos tempos de adolescência.
Difícil seria pedir a eles que fizessem diferente em um show com canções como Heading Out to the Highway, Victim of Changes, a maravilhosa Diamonds and Rust - executada em formato medley com as duas versões da canção -, Turbo Lover e The Green Manalishi.
Naturalmente, por se tratar de uma banda tão antiga - e comprometida em largar as grandes turnês mundiais -, a apresentação não teve grandes surpresas. Mas, pelos mesmos motivos, aparentemente o público não ligou em para isso. Além de ter a oportunidade de ver pela quarta vez de perto Halford e sua ainda poderosa voz, as dancinhas de Ian Hill (baixo) com Glenn Tipton (guitarra) e a pegada precisa de Scott Travis (bateria) executando clássiocs eternos do estilo, os paulistanos presenciaram ainda uma produção do Judas como nunca haviam visto.
Mesmo na Arena Anhembi, onde tocou em 2005, o grupo não tinha em seu palco mais do que um simples cenário e um grande pedestal de bateria com escadas para proporcionar maior mobilidade aos músicos. Desta vez, um telão ao fundo do espaço estampava capas dos respectivos discos de cada música executada e mostrava vídeos e motivos que as lembravam. Jatos altíssimos e variados de fogo e fumaça davam um ar maior de espetáculo ao show, o que era reforçado com os raios laser formando linhas e triângulos lançados em direção ao público.
Antes do bis - que incluiu Eletric Eye, Hell Bent for Leather, com direito a entrada de Halford no palco sobre uma Harley Davidson, You´ve Got Another Thing Coming e Living After Midnight -, os ingleses executaram ainda a versão de Breaking the Law apresentada pelo vocalista quando de sua vinda ao Rock in Rio III, somente com o público cantando, e a "arrassa-quarteirão" Painkiller, responsável pela formação de pequenas rodas de mosh, as mesmas com as quais os fãs do quinteto tanto se divertiram no passado.
Whitesnake
Assim como ocorreu em 2005, foi do quinteto liderado por David Coverdale a responsabilidade de abrir para o Judas Priest. E, a exemplo da ocasião anterior, a banda de hard rock britânica conseguiu trazer um público extra para um evento que sem ela jamais seria realizado num espaço tão grande quanto a Arena Anhembi - onde a lotação excede as 30 mil pessoas.
Apesar do show bem mais morno do que o da atração principal da noite - inclusive com parcela razoável do público ainda do lado de fora do local - o grupo conseguiu empolgar com hits como Love Ain´t No Stranger, Here I Go Again e Is This Love, todos interpretados por um Coverdale que, mesmo com quase 60 anos de idade, segue cantando com a mesma potência e técnica de sempre - além de ainda manter a pose de galã do rock que ainda arranca suspiros de suas admiradoras.
A vinda do Whitesnake faz parte da turnê de Forevermore, 12º disco de estúdio da banda, cuja capa estampou o cenário do palco durante toda a apresentação.
A boa performance do frontman e de Doug Aldrich (guitarra) Reb Beach (guitarra), Michael Devin (baixo) e Brian Tichy (bateria), no entanto, acabou perdendo um pouco em qualidade devido a um planejamento não muito propício para um set-list de tão pouca duração: os solos. Não que os guitarristas e o baterista não possuam qualidades para exibir em seus instumentos - este último chegou inclusive a tocar somente com as mãos -, mas talvez essas demonstrações fossem dispensáveis em um show de 1h15 min.
A grata surpresa veio na última canção do repertório, Burn, clássico de 1974 gravado por Coverdale na época em que ele era a voz do Deep Purple, banda que o revelou. Para a alegria dos fãs, ainda foi executado durante a música um trecho de Stormbringer, faixa do disco homônimo lançado no mesmo ano.
Set-list - Judas Priest
Rapid Fire
Metal Gods
Heading Out To The Highway
Judas Rising
Starbreaker
Victim of Changes
Never Satisfied
Diamonds and Rust
Nostradamus
Night Crawler
Turbo Lover
Beyond the Realms of Death
The Sentinel
Blood Red Skies
The Green Manalishi
Breaking the Law
Painkiller
Encore
The Hellion/Electric Eye
Hell Bent for Leather
You´ve Got Another Thing Coming

sábado, 10 de setembro de 2011

CD da Semana!!!

Acústico MTV é um álbum da banda brasileira de rock Ultraje a Rigor, lançado em CD e DVD em 2005.
O primeiro acústico da banda, depois de 20 anos de sua estréia, foi gravado no Estúdio Lokall, em São Paulo, nos dias 22 e 23 de Junho de 2005. Entre as principais canções da banda, estão Zoraide, Eu Gosto de Mulher, Independente Futebol Clube, Filha da Puta e Nada a Declarar. O álbum inclui também as canções recentes Agora é Tarde (do disco Os Invisíveis) e Cada Um Por Si (inédita).
Entre os principais destaques do disco, estão Eu Não Sei, versão de Can't Explain, do grupo The Who, feita em 1996 pelo vocalista Roger Moreira a pedido do grupo Ira!; uma versão orquestrada para Nós Vamos Invadir Sua Praia, com cordas e metais, e uma versão de Ciúme, gravada por Roger em uma versão pensada para ser gravada ainda em 1985, com uma parte calma e o refrão rápido. O disco também inclui canções que fizeram relativo sucesso na época, mas passaram despercebidas posteriormente, como Jesse Go, Ah, Se Eu Fosse Homem, Maximilian Sheldon e Ponto de Ônibus.
O material extra da versão em DVD inclui making-of, depoimentos sobre a logomarca da banda e um solo de bateria extra de Maximilian Sheldon, além das regravações de três clássicos do rock'n'roll: Johnny B. Goode, de Chuck Berry, Great Balls of Fire, gravada por Jerry Lee Lewis, e Slow Down, sucesso de Larry Williams gravado pelos Beatles.


Tracklist

1. Zoraide
2. Ah, se Eu Fosse Homem... 
3. Filha da Puta 
4.Inútil 
5.Independente Futebol Clube 
6.Eu Não Sei 
7.Jesse Go 
8.Rebelde sem Causa 
9.Cada um por Si 
10.Me Dá um Olá 
11.Mim Quer Tocar 
12.A Festa 13.Maximillian Sheldon 14.Ciúme 15.Ponto de Ônibus 16.Agora é Tarde 17.Nada a Declarar 18.Eu Gosto de Mulher 19.Pelado 20.Giselda 21.Terceiro 22.Nós Vamos Invadir Sua Praia